JRM - Chalé histórico vai abrigar Memorial do Surf em Torres

» O Jornal Rota do Mar | » Assine Rota do Mar | » Fale conosco | » No Facebook | » No Twitter

Geral

Chalé histórico vai abrigar Memorial do Surf em Torres

COMPARTILHE ISSO:

Em clima de festa, foi entregue em Torres, na última sexta-feira dia 19, o Chalé histórico que vai abrigar o Memorial de Surf. O evento aconteceu na Avenida Beira-Mar, na Praia dos Molhes com a presença do prefeito Carlos Souza, do representante da Construtora Ivo Rizzo, Renato Rizzo, do empresário Eduardo Bier, de integrantes da
Família Gerdau e comunidade em geral. Em breve, a antiga casa de veraneio será estruturada pela Administração Municipal como mais um atrativo turístico de Torres, para preservar a história do surf. A cerimônia marcou a entrega, para a Prefeitura, do chalé construído no século XX por Walter Gerdau. A Construtora Ivo Rizzo e um grupo de empresários desmontou, restaurou e remontou a casa na sua nova localização: a Praça Zeca Scheffer, próximo à SAPT. A placa que marcou a doação do Chalé foi descerrada pelo prefeito e pelas senhoras Norma Bier e Erica Bier. Grande público prestigiou a cerimônia evidenciando a iniciativa da gestão em se preocupar com o
resgate da história de Torres, como surfistas e lideranças de diferentes segmentos sociais. Conforme destacou Rui Back, representando a Construtora Ivo Rizzo, “a formação do turismo local se confunde com a história do surf em Torres, esporte do qual a família Gerdau é a pioneira do sul do país”. Para o prefeito, o Chalé é símbolo da história do turismo no Litoral Norte gaúcho e de grande importância afetiva para a comunidade de Torres. Para o empresário Renato Rizzo, foi com enorme satisfação que participou desta ação e “presenciar um novo momento de Torres que se preocupa em
resgatar a história de um das mais belas praias deste país. Dia de celebração foi como o empresário Dado Bier resumiu o evento. Grande incentivador da causa, salientou o vínculo da família com Torres. Trouxeram o surf para o Rio Grande do Sul na década de 70. Ele lembrou de sua infância no Chalé e da importância do local para a história da
cidade. Envolvido neste processo há cinco anos, destacou o ineditismo da iniciativa. Juntos, comunidade do surf e Prefeitura, devem dar sustentabilidade para o sistema, citando o nome de várias entidades ligadas às praias de Torres. “Quero me manter envolvido neste processo”, concluiu. Fonte: PMT

 

Comentários

Comentar esta notícia Comentar esta notícia