JRM - Império do Divino Espírito Santo é inaugurado em Osório

Cidade

Império do Divino Espírito Santo é inaugurado em Osório

COMPARTILHE ISSO:

Foi inaugurado na noite de segunda-feira dia 19, o Império do Divino Espírito Santo de Osório, situado no complexo do Museu da Estação Férrea. O padre Hilário Sozo, prefeito Eduardo Abrahão, primeira dama, Soraia Abrahão, festeiros, noveneiros, tropeiros do Divino e a comunidade participaram do ato. O prefeito afirmou que a inauguração do Império representa a valorização à cultura religiosa que é das referências das famílias em Osório. O padre Hilário salientou que Osório continua sendo uma cidade acolhedora que sabe valorizar o bem. - O Império, antes localizado ao lado da Catedral, agora está no coração da cidade. A novena que inicia no próximo dia 30, e iniciará aqui no Império, vai marcar o trajeto do Divino até a Catedral, ou seja, neste momento até o Salão Paroquial – disse o sacerdote.
Império do Divino Espírito Santo
O Divino Espírito Santo está representado em Osório pela réplica do Império que foi construído ao lado da Catedral Nossa Senhora da Conceição, procurando manter a arquitetura antiga e hoje está situado no Museu da Estação Férrea. Nele é guardado os símbolos antigos e atuais que fazem parte dos rituais das festas, fotos antigas e atuais das festas e no que antecede a festa o império é aberto a visitações onde um professor ou pesquisador contam a história das Festas e do município. O Império do Divino Espírito Santo não tem uma irmandade formada com estatutos, ela é administrada pela igreja e pelos festeiros, que a cada ano é feito um sorteio e é escolhido os novos festeiros que geralmente é um casal da comunidade católica, que convida um casal de noveneiros, sendo que este tem a incumbência de convidar oito casais de apoio e assim é distribuída as tarefas entre eles. As Festas do Divino chegaram juntamente com os colonizadores açorianos no ano de 1773. Os tropeiros do Divino que fazem parte atualmente das festas abrilhantam mais esta cultura sócio, religiosa. Os foliões estão dando continuidade ao seu trabalho passando com fé para as gerações atuais a tradição destas festas. O culto ao Divino Espírito Santo nasceu em 1296, na cidade de Alenquer, em Portugal. No Rio Grande do Sul, a tradição vem desde a chegada dos primeiros açorianos, entre os anos de 1748 a 1756. Fonte: Maria Regina Santos de Oliveira - Professora de História/ Fonte: Eliana Izaias/PMO

Fotos

 

Comentários

Comentar esta notícia Comentar esta notícia